Menu

Conteúdo

NaturRia

Na região centro de Portugal, a Ria de Aveiro é uma paisagem de sonho. Feita de água, de vento, de planura… sob o precioso liquido o moliço guarda segredos que nem o encanto das pinturas dos barcos típicos conseguiu desvendar.

Sob o voo das garças ou ao toque dos bicos especializados das aves limícolas, abre-se na Murtosa a Ria de Aveiro a quem a visita. Nada disto era assim antes do século X. O oceano Atlântico cobria os sítios hoje conhecidos como Ovar ou Mira e espairava-se no que hoje são os concelhos de Murtosa, Estarreja e Aveiro. A dada altura, começou a formar-se um longo cordão arenoso paralelo à costa, aberto apenas num local: a barra. Agora, é uma das zonas húmidas mais importantes de Portugal. Não só pela sua extensão – cobre 4600 hectares – mas também pela sua riqueza intrínseca.

O NaturRia representa a materialização da estratégia de valorização dos recursos naturais do Município da Murtosa. O projecto alia a conservação do património e a utilização lúdica deste pelas populações, de forma ambientalmente equilibrada e sustentável. Desta forma, consegue-se a reaproximação entre cidadãos e a área lagunar, contribuindo para o seu conhecimento e valorização. Esta estratégia é de extrema importância para o Concelho e a sua população, uma vez que trata-se de um Município com cerca de 80% do território integrado na Zona de Protecção Especial da Ria de Aveiro.

Concretamente, o NaturRia é composto por um conjunto de percursos, dedicados ou mistos, quer a nascente quer a poente da Ria. Os percursos permitem a realização de passeios lúdicos e saudáveis pela riqueza natural que a Ria fornece. Ao longo dos percursos existem vários pontos de descanso com placares informativos sobre as espécies que habitam a zona.